Centro Analítico de Instrumentação da Universidade de São Paulo - Central Analítica (CA)


Responsabilidade Gerencial:

  • Nome: Roberto Manuel Torresi

Identificação da Central

Identificação da Central

Centro Analítico de Instrumentação da Universidade de São Paulo - Central Analítica (CA)
The Analytical Center of the Institute of Chemistry
Instituto de Química (IQ)
05508-000
Avenida Professor Lineu Prestes
748
Butantã
São Paulo
São Paulo
(11) 3091-3212

Sobre a Central

Sobre a Central

O Centro Analítico de Instrumentação da Universidade de São Paulo - Central Analítica foi criada em 1986 através do esforço conjunto de um grande número de docentes e com o intuito de fornecer ao Instituto de Química uma instalação de apoio para seus pesquisadores. A infraestrutura do Centro Analítico garante o desenvolvimento dos projetos de pesquisa elaborados no Instituto disponibilizando análises e equipamentos de ponta para todos usuários. A CA tornou-se referência em todo o país, através da prestação de serviços para outras instituições de pesquisa, bem como para um grande número de empresas privadas. Diversos grupos de pesquisa do Instituto, funcionando como laboratórios associados ao Centro Analítico, também disponibilizam equipamentos adicionais e tecnologia avançada, não disponíveis no mercado, para atender demanda de análises específicas tanto para a comunidade acadêmica quanto para o setor privado.

The Analytical Center of the Institute of Chemistry was created in 1986 through the collected efforts of a number of faculty members. The Center provides services to the wider academic community and to private institutions. Several research laboratories of the Institute of Chemistry are associated with the Center and offer their technical expertise and capabilities in instrumental chemical analysis that are not otherwise available in the private sector. In this way, the Center has acquired a national reputation for quality and efficiency in high resolution chemical analyses.

 

8:00 às 17:00

Segunda à Sexta das 8h às 17hs

Equipamentos

Equipamentos

Transmission Electron Microscope (TEM)
046.022959
NAP Central Analítica
Esta técnica utiliza feixe elétrons como fonte de “iluminação” sobre a amostra sob observação, ao invés de luz visível. Devido aos comprimentos de onda correspondentes bem menores, níveis largamente superiores de ampliação são possíveis, com resoluções espaciais da ordem sub-nanométrica. Além disso, as interações entre elétrons e amostra produzem uma gama de informações, permitindo, além da obtenção de imagens, graus detalhados de caracterizações estruturais, espectroscópicas, composicionais e cristalográficas, revolucionando a compreensão dos materiais, suas estruturas e propriedades, em níveis atômicos.
Japan Electron Optics Ltd. – JEOL
JEM-2100
JEM-2100
2013

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
Avenida Professor Lineu Prestes, 748 - Bloco 3 - sala 310

 Canhão com filamento LaB6  Tensão de aceleração variável, máx: 200 kV  Resolução: 0,23 nm (ponto); 0,14 nm (rede)  Magnificação máx.: ×1.500.000  Câmeras CCD, marca Gatan:  ORIUS™ 832.J4850 SC1000B, inferior, 14 fps, 11 Mp (4,0×2,7 k pixels / 9×9 μm2)  ORIUS™ 833.J48N SC200D, lateral, 30 fps, 4 Mp (2,0×2,0 k pixels / 7,4×7,4 μm2)  Detector para High Angle Annular Dark Field (HAADF), Gatan 806.J4830  Software Gatan Microscopy Suite, DigitalMicrograph, versão 2.11.1404.0  Espectrômetro de raios-X por dispersão em energia (EDS), marca Oxford Instruments:  tipo “silicon drift”, 80mm², modelo X-MaxN 80T, software AZtec INCA  Porta-amostras – 01 amostra por inserção, campo efetivo de visão = 2 mm :  EM-31630,“Double-tilt”(X=30°,Y=30°)  EM-31640,“Double-tilt”(X=30°,Y=30°), em berílio, para EDS
 LaB6 Filament  Variable acc. voltage, max: 200 kV  Resolution: 0,23 nm (point); 0.14 nm (lattice)  Max magnification: × 1,500,000  Gatan CCD Cameras:  ORIUS ™ 832.J4850 SC1000B, bottom, 14 fps, 11 Mp (4.0 × 2.7 k pixels / 9 × 9 μm2)  ORIUS ™ 833.J48N SC200D, side, 30 fps, 4 Mp (2.0 × 2.0 k pixels / 7.4 × 7.4 μm2)  High Angle Annular Dark Field (HAADF) detector, Gatan 806.J4830  Gatan Microscopy Suite Software, DigitalMicrograph, Version 2.11.1404.0  Energy Dispersive X-Ray Spectrometer (EDS), Oxford Instruments:  X-MaxN 80T, 80mm² SDD type, AZtec INCA software  Sample holders - 01 sample, field of view = 2 mm :  EM-31630, Double-tilt (X = 30 °, Y = 30 °)  EM-31640, Double-tilt (X = 30 °, Y = 30 °) in beryllium for EDS
Estudo de nanopartículas, cerâmicas, semicondutores, ligas metálicas, vidros, polímeros, madeira, têxteis, concreto, amostras biológicas, etc. As amostras podem ser trazidas no momento da análise, contanto que já estejam prontas. Seu preparo deve ser realizado com antecedência e não é previsto o usuário apenas deixar/enviar a amostra para ser analisada. Também não fornecemos ao usuário os grids para TEM, bem como o preparo integral da amostra para inserção nos microscópios é de sua responsabilidade, uma vez que não possuímos laboratório específico nem aparelhagem especial de preparo de amostras para microscopia eletrônica. As análises são realizadas por um técnico com acompanhamento presencial do usuário/solicitante. Especialista técnico Alfredo Duarte - NUSP 3651916, aduarte@iq.usp.br
• Imagem de transmissão convencional (TEM) e por varredura (STEM) em campo claro e escuro, em projeção bidimensional. • Espectrômetria de raios-X por dispersão em energia (EDS) • Difração de elétrons (Selected Area Electron Diffraction, SAED)
Procedimentos e Regras de Utilização no site da Central Analítica: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Sessão
(03:00)
R$ 450,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Sessão
(03:00)
R$ 450,00
Comunidade Externa Sessão
(03:00)
R$ 900,00
Dia da Semana Horários
Das 09:00 às 12:00
Das 14:00 às 17:00
Das 09:00 às 12:00
Das 14:00 às 17:00
Das 09:00 às 12:00
Das 14:00 às 17:00
Das 09:00 às 12:00
Das 14:00 às 17:00
Scanning Electron Microscope (SEM)
046.020370
FAPESP
Esta técnica utiliza um feixe elétrons convergente irradiado apenas sobre a superfície da amostra, finamente focalizado, que “varre” a área delimitada por aquele campo para produzir a imagem correspondente, com resoluções espaciais da ordem de 10nm.
Japan Electron Optics Ltd. – JEOL
JCM-5000 - NeoScope
JCM-5000 - NeoScope
2011

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
Av Professor Lineu Prestes, 748 - bloco 3 sala 314

 Canhão com filamento de tungstênio convencional  Tensões de aceleração fixas: 15 – 10 – 5 kV  Magnificação máx.: ×40.000  Detectores para elétrons secundários e retroespalhados  Câmara de amostras: diâmetro < 70 mm, altura < 50 mm  Estágio: XY 35×35 mm, rotação 360°, inclinação −15° a +45°  Alto (10-3 Pa) e baixo (30 Pa) vácuo
 Tungsten filament gun  Fixed acc voltages: 15 – 10 – 5 kV  Max magnification: ×40.000  Detectors for secondary and backscattered electrons  Sample chamber: diameter <70 mm, height <50 mm  Stage: XY 35×35 mm, 360° rotation, tilt −15° to +45°  High (10-3 Pa) and low (30 Pa) vacuum
Estudo de materiais nanoestruturados, cerâmicas, semicondutores, ligas metálicas, vidros, polímeros, madeira, têxteis, concreto, amostras biológicas, etc. As amostras podem ser trazidas no momento da análise, contanto que já estejam prontas. Seu preparo deve ser realizado com antecedência e não é previsto o usuário apenas deixar/enviar a amostra para ser analisada. Também não fornecemos ao usuário os grids para TEM, bem como o preparo integral da amostra para inserção nos microscópios é de sua responsabilidade, uma vez que não possuímos laboratório específico nem aparelhagem especial de preparo de amostras para microscopia eletrônica. As análises são realizadas por um técnico com acompanhamento presencial do usuário/solicitante.
• Imagem em perspectiva por elétrons secundários e retroespalhados
Procedimentos e Regras de Utilização no site da Central Analítica: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 57,50
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 57,50
Comunidade Externa Serviço R$ 115,00
Dia da Semana Horários
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 15:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 15:00
Das 13:00 às 15:00
Das 09:00 às 12:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 15:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 15:00
Confocal Microscope
046.008529
FAPESP
A Microscopia Confocal é uma técnica utilizada para aumentar o contraste da imagem microscópica e construir imagens tridimensionais através da utilização de um orifício de abertura, pinhole, que permite uma grande definição de imagem em amostra mais espessas que o plano focal. Além disso, pode ser utilizada para ensaios in-vivo em tempo real (Time series).
Carl Zeiss
Axiovert 200M (LSM 510 Meta)
Axiovert 200M (LSM 510 Meta)
2005

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
avenida professor lineu prestes, 748

8 linhas de lasers: . UV 351/ 364 nm (para excitação de fluoróforos como DAPI, Hoescht) . Argon 458/477/488/514 nm (para excitação de fluorórofos como GFP, FITC, Alexa488) . HeNe 543 nm (para excitação de fluoróforos como Rodamina, Cy3, YFP, Iodeto de propídio, Alexa 546) . HeNe 633 nm (para excitação de fluoróforos como Alexa 633) - 2 tubos de fotomultiplicadores - 1 detector META (detector policromático que pode ser usado como um 3o tubo fotomultiplicador) - Lentes objetivas: . 10X Plan-Neofluoar/0.3 NA . 20X Plan-Neofluoar/0,5 NA . 40X C-Apochromat/1,2 NA água . 40X LD Plan-Neofluoar/0,6 NA Korr . 63X Plan-Apochromat/1,4 NA óleo com detector DIC . 100X EC Plan-Neofluoar/1,3 NA óleo - Sistema de incubação para trabalho com células vivas.
- 8 lasers lines: . UV 351/364 nm (for excitation of dyes such as DAPI, Hoescht) . Argon 458/477/488/514 nm (for excitation of dyes such as GFP, FITC, Alexa488) . HeNe 543 nm (for excitation of dyes such as Rhodamine, Cy3, YFP, Propidium Iodide, Alexa 546) . HeNE 633 nm (for excitation of dyes such as Alexa 633) - 2 PMTs (photomultiplier tubes) - 1 Meta detector (polychromatic detector, can also be used as third PMT) - Objective Lenses: . 10X Plan-Neofluoar/0.3 NA . 20X Plan-Neofluoar/0,5 NA . 40X C-Apochromat/1,2 NA Water . 40X LD Plan-Neofluoar/0,6 NA Korr . 63X Plan-Apochromat/1,4 NA Oil with DIC capability . 100X EC Plan-Neofluoar/1,3 NA Oil - Incubation system for live cell work
O equipamento é utilizado para obtenção de imagens de amostras celulares, tecidos, grãos, dentes, entre outros. As amostras podem ser trazidas e até mesmo preparadas (em determinados termos), no momento da análise, recomendando-se que o aluno/docente/solicitante responsável pela mesma esteja presente no dia agendado. Os insumos necessários devem ser providos pelos usuários pois não possuímos laboratório específico para o total preparo das amostras. As análises são realizadas por um técnico com acompanhamento presente. Técnicos: Adriana Yamaguti Matsukuma (NUSP 3047915, amatsuku@iq.usp.br) Cristiane Xavier (NUSP 3656693, cxavier@iq.usp.br)
• Observação de células e tecidos marcados com fluorocromos por imunofluorescência. • Construção de imagens em 3D • Colocalização de múltiplas proteínas e/ou fluorocromos • Time series para eventos de acompanhamento celular • FRET (Transferência de Energia de Ressonância por Fluorescência) • Estudos de “photobleaching
Procedimentos e Regras de Utilização: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 57,50
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 57,50
Comunidade Externa Serviço R$ 115,00
Dia da Semana Horários
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Flow Cytometer
046.020833
FAPESP
A Citometria de fluxo é uma poderosa tecnologia que possibilita a análise simultânea de múltiplas propriedades celulares em um sistema de fluxo contínuo. É, portanto, um método analítico para caracterizar e analisar células e alguns de seus produtos e sub-produtos. Um feixe de luz(normalmente um laser) é direcionado a um meio líquido em fluxo, onde intercepta cada partícula nele contido. A dispersão da luz fornece dados relativos ao tamanho e à granulosidade da partícula, e a emissão de corantes químicos fluorescentes encontrados na partícula ou juntos à partícula possibilita a obtenção de dados adicionais, favorecendo uma rica análise multiparamétrica.
Becton Dickinson (BD)
BD FACSVerse
BD FACSVerse
2013

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
av prof. lineu prestes, 748

- 2 linhas de lasers: . laser Azul 488 nm . laser Vermelho 640 nm - 1 detector heptagonal para cada laser, contendo os filtros, espelhos e tubos fotomultiplicadores
- 2 lasers lines: . Blue laser 488 nm . Red laser 640 nm - 1 heptagon detector for each laser with filters, mirrors and photomultiplier tubes (PMTs)
Existem diferentes tipos de amostras que podem ser analisadas como qualquer partícula ou célula em suspensão com tamanho entre 0,2 e 50um (bactérias, algas, fungos, células eucarióticas, protozoários, beads etc). As células de tecidos sólidos ou de culturas aderentes precisam ser desagregadas e suspensas em meio líquido antes da análise e filtradas em filtro 70nm para evitar o entupimento do equipamento. Técnicos: Wilton José da Rocha Lima (NUSP 2427330, wjrlima@iq.usp.br) Adriana Yamaguti Matsukuma (NUSP 3047915, amatsuku@iq.usp.br)
• Hematologia (diagnóstico de diversas doenças) • Imunologia (detecção e identificação de sub-tipos de células implicadas na imunidade) • Análise de Ciclo Celular (acompanhamento da distribuição das células nas diferentes fases do ciclo em função de diversos estímulos ou da adição de algumas drogas, permitindo ainda a verificaçãoo da presençaa de células com conteúdos anormais de DNA)
Procedimentos e Regras de Utilização: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Hora R$ 230,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Hora R$ 230,00
Comunidade Externa Hora R$ 460,00
Dia da Semana Horários
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
Das 09:00 às 12:00
Das 13:00 às 16:00
DNA Sequencer
046.004823
FAPESP
O sequenciamento de DNA é uma série de métodos bioquímicos que têm como finalidade determinar a ordem das bases nitrogenadas adenina (A), guanina (G), citosina (C) e timina (T) da molécula de DNA. A sequência nucleotídica é a base para o conhecimento de um gene ou genoma. Ela contém as informações sobre as propriedades hereditária e bioquímicas da vida. Através dela é possível compreender a construção e estrutura das células e organismos, Já análise de fragmentos através de eletroforese capilar é uma técnica amplamente empregada na pesquisa genética. Essa técnica baseia-se na determinação do tamanho de fragmentos amplificados por PCR, utilizando primers marcados com fluorescência, por comparação com um marcador de tamanho conhecido (size standart). O uso de diferentes fluorescências permite a análise de vários fragmentos (locos) ao mesmo tempo.
Applied Biosystem
ABI PRISM® 3130xl Genetic Analyser/HITACHI (16 capilares, 50cm)
ABI PRISM® 3130xl Genetic Analyser/HITACHI (16 capilares, 50cm)
2002

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
Av. Prof. Lineu Prestes, 748 - Butantã, São Paulo - SP, 05508-000, Brasil

Sequenciador de DNA (3130xl) com 16 capilares de 50 cm utilizado para análises de fragmento e sequenciamento de DNA. As dimensões dos capilares são de 61cm x 50ul.
This is a 50 cm 16-capillary array (internally uncoated) for the 3130xl Genetic Analyzer. Use for fragment analysis and sequencing applications. Capillary dimensions are 61 cm x 50 µm i.d. Usage per array is 100 runs.
O serviço oferecido é a de sequenciamento de DNA a partir de produtos de PCR e plasmídeos, utilizando um sistema de análise de DNA de 16 capilares com a tecnologia Life Technologies – Applied Biosystem. AS corridas são feitas em capilares de 50 cm, utilizando o polímero POP7, alcançando em média 500-600 bases. Também é possível a análise de fragmentos pela metodologia. Técnicos especialistas Adriana Yamaguti Matsukuma (NUSP 3047915, amatsuku@iq.usp.br) Wilton José da Rocha (Nfusp 2427330, wjrlima@iq.usp.br)
• Sequenciamento de genomas diversos • Análise de microssatélites (regiões repetitivas) • Identificação humana • Diagnóstico clínico • Medicina forense • Identificação de deleções e duplicações em gentes responsáveis por doenças hereditárias
Procedimentos e Regras de Utilização: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 15,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 15,00
Comunidade Externa Serviço R$ 40,00
Dia da Semana Horários
Das 08:00 às 16:00
Das 08:00 às 16:00
Das 08:00 às 16:00
Das 08:00 às 16:00
Das 08:00 às 16:00
Nuclear Magnetic Resonance AIII800
046.016905
FAPESP
A espectroscopia de ressonância magnética nuclear (RMN) é um método não destrutivo para observar as propriedades químicas e físicas dos átomos. O método é usado principalmente para investigar as propriedades das moléculas orgânicas, embora possa ser aplicado a qualquer tipo de amostra que contenha núcleos em rotação.
Bruker
AIII800
AIII800
2012

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Roberto Manuel Torresi
rtorresi@iq.usp.br
Administrador do Equipamento:
Instituto de Química (IQ)
Alessandra de Carvalho Ramalho
aramalho@iq.usp.br

Localização:
Instituto de Química (IQ)
Av. Prof. Lineu Prestes, 748 - Butantã, São Paulo - SP, 05508-000, Brasil

Equipamento de RMN de alta resolução e alta sensibilidade Frequência de ressonância - 800MHz Frequência de operação - 1H Magneto: 18,8 T Criosonda TCI para detecção de núcleos 1H/13C/15N Sintonia de sonda automática Amostrador automática para 1 amostra. Controlador de temperatura - BCU I -40/50 oC
High speed NMR spectroscopy, longer measurements, high sensitivity Resonance frequency - 800MHz Operating frequency - 1H Magnet - 18,8 T A helium cooled TCI cryoprobe for 1H/13C/15N detection. Automated tuning & matching for the probe Sample mail Temperature controller - BCU I -40/50 oC
Estudos de elucidação estrutural e dinâmica molecular, prioritariamente para estudos de macromoléculas (proteínas). As amostras devem ser previamente preparadas uma vez que não possuímos laboratório específico nem aparelhagem especial de preparo de amostras. As análises são realizadas pelo docente responsável e em eventuais situações pelos especialistas do laboratório de RMN.
No campo da química a RMN é crucial para a elucidação estrutural e conformacional de pequenas moléculas, proteínas e polímeros, de interações intermoleculares, e análise de misturas complexas tais como fluidos biológicos (metabolômica). O aparelho permitem a realização de experimentos multidimensionais que envolvem os isótopos de 1H, 13C e 15N
Procedimentos e Regras de Utilização: http://ca.iq.usp.br/novo/

Vínculo Valor por Preço
Comunidade Acadêmica Hora R$ 600,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Hora R$ 600,00
Comunidade Externa Hora R$ 1000,00
Informação não disponível.

Serviços

Serviços

Análise elementar – CHN

Análise térmica – TGA, DSC e DMA

Citometria de fluxo

Difração de raios X

Dicroísmo circular – CD

Espalhamento de luz e potencial zeta

Espectrometria de massas - EM

Espectrometria de emissão óptica com plasma - ICP OES

Espectroscopia de infravermelho - IV

Fluorimetria

Microscopia confocal

Microscopia eletrônica: varredura e transmissão - MEV e MET

Ressonância magnética nuclear - RMN

Sequenciamento de DNA