Central Multiusuário de Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (CM-IRMS CENA)


Responsabilidade Gerencial:

  • Nome: José Albertino Bendassolli

Identificação da Central

Identificação da Central

Central Multiusuário de Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (CM-IRMS CENA)
Isotope Ratio Mass Spectrometry Core Facility (CM-IRMS CENA)
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Divisão de Desenvolvimento de Métodos e Técnicas Analíticas e Nucleares
13416-000
Avenida Centenário
303
São Dimas
Laboratório de Isótopos Estáveis
Piracicaba
São Paulo
(19) 3429-4816
(19) 3429-4620

Sobre a Central

Sobre a Central

A Central Multiusuário de Análises Isotópicas por Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (CM-IRMS CENA), vinculada ao Laboratório de Isótopos Estáveis do Centro de Energia Nuclear na Agricultura – USP, é equipada com 4 Espectrômetros de Massas modelos: a) DELTA V ADVANTAGE ISOTOPE RATIO MASS (IRMS – Coupled to Combustion Interface – THERMOFISHER SCIENTIFIC) ; b) 20-20 ANCA GSL (Automatic Nitrogen, and Carbon Analyser, Gás, Solid and Liquid – SERCON), c) 20-20 ANCA-SL (Automatic Nitrogen and Carbon Analyser, Solid and Liquid – PDZ Europa) e d) DELTA V ADVANTAGE ISOTOPE RATIO MASS (IRMS – Equipped with Triple Universal Collector, Computational Package with ISODAT Software and ConFlo IV Universal Interface/Peripherals - THERMOFISHER SCIENTIFIC). Possui equipe técnica altamente qualificada, possibilitando serviços analíticos nas determinações simultâneas de C‐total e δ13CVPDB (‰); N‐total e δ15NN2atm. (‰) ou Abundância de 15N (% de átomos) em amostras de tecido vegetal, solos e suas frações, sedimentos, determinação isotópica de 15N e 13C (% de átomos) em inúmeras moléculas orgânicas e inorgânicas, Determinação das Razões Isotópicas de  18O:16O e D:H. Outras matrizes somente após consulta no LIE-CENA.

CM-IRMS CENA Ocupa uma área de cerca de 800 m2, com capacidade de determinação analítica de 25.000 amostras/ano recebe amostras de várias matrizes, as quais são provenientes de diversas áreas de interesse, destacando: Ciclagem de Nutrientes; Nutrição Mineral de Plantas; Nutrição Animal; Avaliação de Dietas; Traçadores Isotópicos; Meio Ambiente.

The Isotopic Analysis Core Facility by Isotope Ratio Mass Spectrometry (CM-IRMS CENA), linked to the Stable Isotope Laboratory of the Center for Nuclear Energy in Agriculture - USP is equipped with 4 Mass Spectrometers models: a) DELTA V ADVANTAGE ISOTOPE RATIO MASS (IRMS – Coupled to Combustion Interface – THERMOFISHER SCIENTIFIC) ; b) 20-20 ANCA GSL (Automatic Nitrogen, and Carbon Analyser, Gás, Solid and Liquid – SERCON), c) 20-20 ANCA-SL (Automatic Nitrogen and Carbon Analyser, Solid and Liquid – PDZ Europa) and d) DELTA V ADVANTAGE ISOTOPE RATIO MASS (IRMS – Equipped with Triple Universal Collector, Computational Package with ISODAT Software and ConFlo IV Universal Interface/Peripherals - THERMOFISHER SCIENTIFIC). It has a highly qualified technical team, allowing analytical services in the simultaneous determinations of C-total and δ13CVPDB (‰); N-total and δ15NN2atm. (‰) or 15N Abundance (% of Atoms) in plant tissue samples, soils and their fractions, sediments, isotopic determination of 15N and 13C (% of Atoms) in numerous organic and inorganic molecules, Determination of Isotopic Ratios of 18O:16O  and D:H. Other matrices only after consultation at LIE-CENA.

CM-IRMS CENA It occupies an area of ​​about 800 m2, with an analytical determination capacity of 25.000 samples / year. It receives samples from several matrices, which come from several areas of interest, highlighting: Nutrient Cycling; Plant Mineral Nutrition; Animal nutrition; Diet Evaluation; Isotopic tracers; Environment.

Segunda a Sexta-Feira das 7:30 às 11:30 e das 14:00 às 16:00 horas

1)      Para cadastrar  usuário, acessar: http://uspmulti.prp.usp.br/usuario_form.php

2)      Para consultar Tabela de Valor Analítico, acessar aba Equipamentos

3)      Antes do envio de material o usuário deve se informar sobre o Protocolo de Envio de Amostras acessando a aba Serviços pois a CM-IRMS CENA não se responsabilizará por amostras processadas e armazenadas de forma inadequada.

4)      Para Pagamentos da Prestação de Serviços, acessar aba Serviços

5)      Os Valores Expressos, na tabela de preço, são Referentes a Análise por Amostra e por Elemento

6)      O não comparecimento do usuário para retirada de amostras, após entrega de resultados e transcorrência de 3 meses, permitirá à CM-IRMS CENA o descarte apropriado das mesmas conforme legislação em vigor.

Equipamentos

Equipamentos

Isotope Ratio Mass Spectrometry DELTA V ADVANTAGE - Coupled to Combustion Interface
064.010683
SISPA COMPRA - Processo 16.1.956.64.0
O IRMS DELTA V ADVANTAGE, realiza determinação isotópica e concentração de C, N e S, configurado para medidas de alta precisão, com analisador automático para 63 posições de amostragem. Configurado para medidas isotópicas de C (delta per mil de 13 C), N (delta per mil 15 N) e S (delta per mil 34 S), em matrizes orgânicas ou inorgânicas destacando: solos; sedimentos; material vegetal; material biológico; padrões certificados, entre outros sob consulta.
THERMO FISHER SCIENTIFIC
PN 0723654
PN 0723654
2017

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Jose Albertino Bendassolli
jab@cena.usp.br
Administrador do Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Clelber Vieira Prestes
centralirms@cena.usp.br

Localização:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Divisão de Desenvolvimento de Métodos e Técnicas Analíticas e Nucleares
Avenida Centenário, 303 - São Dimas, Piracicaba/SP CEP 13400-000

Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (IRMS) é uma técnica analítica extremamente valiosa em que moléculas gasosas (CO2, N2, SO2), obtidas a partir de matrizes orgânicas (solos, material vegetal e sedimentos), no analisador elementar do IRMS, são monoionizadas por impacto de elétrons, aceleradas e separados pela razão massa (m) carga (q) em um campo magnético, e finalmente coletadas em copos de faraday, amplificadas e quantificadas. A CM-IRMS CENA tem como missão "Realizar análise isotópica, gerando e difundindo conhecimento relacionados uso do traçador isotópico em estudos nas áreas agropecuária, médica e ambiental. Nessas atividades, notadamente em pesquisa, o CENA/USP é reconhecido nacional e internacionalmente como um centro de excelência.
Isotope Ratio Mass Spectrometry (IRMS) is an extremely valuable analytical technique in which gaseous molecules (CO2, N2, SO2) obtained from organic matrices (soils, plant material and sediment) in the IRMS elemental analyzer are monoionized. by electron impact, accelerated and separated by the mass (m) charge (q) ratio in a magnetic field, and finally collected in amplified and quantified faraday cups. CM-IRMS CENA's mission is "To perform isotopic analysis, generating and disseminating knowledge related to the use of the isotopic tracer in studies in the agricultural, medical and environmental areas. In these activities, notably in research, CENA/USP is recognized nationally and internationally as a research center excellence.
Determinações de: C‐total e δ13CVPDB (‰); N‐total e δ15NN2atm. (‰) ou Abundância isotópica de N (% em átomos de 15N).
Determinações isotópicas de N e C (delta per mil e/ou % em átomos) em amostras de tecido vegetal, solos e suas frações e sedimentos, Outras matrizes somente após consulta na CM-IRMS CENA.
Quanto às Amostras: 1) Deverão ser destinadas ao Gestor da CM-IRMS CENA; 2) As amostras vegetais devem estar secas, até peso constante, em estufa ventilada a 65 graus Celsius e em estufa sem ventilação para amostras de solo/sedimento a 40 graus Celsius; 3) Homogeneizadas e processadas (pulverizadas: de 20‐30 mesh para material vegetal e 100 mesh para solo/sedimento); 4) Acondicionadas em frasco plástico, acrílico ou Ependorfes (de 1 a 5 gramas do material), devidamente fechada evitando-se umedecimento e contaminação cruzada. Nunca enviar amostras em sacos plásticos ou papel; 5) Identificadas em ordem numérica sequencial crescente. (tratamentos, parcelas, repetições, etc., são informações não relevantes para a CM-IRMS CENA). No caso do envio de vários lotes, em épocas diferentes, seguir a sequência numérica do último envio; 6) Acompanhadas de uma planilha contendo as informações do tipo de matriz da amostra (Exemplo: folhas, caule, parte aérea, raízes, solo, sedimento, fração organomineral etc.); e 7) Serão encaminhadas para análise mediante ordem de chegada. Quanto aos Resultados: 1) Resultados e Nota Fiscal serão enviados somente após a comprovação do pagamento; 2) O envio de resultados pela CM-IRMS CENA será responsabilidade exclusiva do Docente Presidente da CM-IRMS CENA e nunca por terceiros (técnicos, alunos ou estagiários do LIE‐CENA/USP, onde encontram-se os equipamentos); 3) Todos os dados obtidos são elucidados pelos usuários, não sendo autorizado a qualquer membro da CM-IRMS CENA fornecer a interpretação dos mesmos; e 4) Casos omissos serão analisados pelo Comitê Gestor da CM-IRMS CENA. Quanto ao Pagamento da Prestação de Serviços: 1) O procedimento será feito após o envio das amostras pelo usuário e antes do envio dos resultados pela CM-IRMS CENA; 2) As informações para emissão de Boleto Bancário, incluindo a data de vencimento, deverão ser repassadas à Sra. Cristina, Secretária do LIE/CENA/USP, através do e-mail: cristina@cena.usp.br 3) Efetuar o pagamento, em conta corrente do CENA/USP, no Banco do Brasil e enviar comprovante para cristina@cena.usp.br; 4) O cálculo do valor total do serviço será feito na data da emissão do Boleto Bancário, convertendo-se o valor do preço de venda do US$ (dólar americano) em R$ (Reais), obedecida a cotação do Banco Central do Brasil (https://www.bcb.gov.br/); 5) A critério da CM-IRMS CENA, o pagamento da prestação de serviços analíticos poderá ser realizado por meio do fornecimento de peças de reposição dos Equipamentos Multiusuários ou outros materiais de interesse do LIE‐CENA/USP. Quanto ao Uso da Comunidade Externa: 1) A CM-IRMS CENA disponibilizará 80 % de sua capacidade analítica para colaboradores e comunidade USP e 20% para as demais prestações de serviços.

Vínculo Valor por Preço
Pesquisador Responsável Serviço R$ 0,01
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 60,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 72,00
Comunidade Externa Serviço R$ 80,00
Colaborador de Projeto Serviço R$ 32,00
Dia da Semana Horários
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Isotope Ratio Mass Spectrometry – HYDRA 20-20 ANCA–GLS
064.003910
EMU FAPESP 2004/08861-6. Processo 09.1.365.64.5
Espectrômetro de Massas de Razão Isotópica (IRMS Hydra 20-20), interfaceado com um analisador automático de N e C (ANCA GLS), acoplado a um amostrador automático (222 XL Liquid Handler, Gilson). Realiza análises isotópicas de C (δ13CVPDB (‰)) e N (δ15NN2atm. (‰) e % em átomos de 15N), e concentração de C-total (%) e N-total (%), em matrizes orgânicas (tecido vegetal, solo, sedimentos, material biológico e padrões certificados) e inorgânicas. O Espectrômetro de Massas ANCA-GLS é um equipamento extremamente versátil podendo ser configurado para análise de gases, líquidos e sólidos nas determinações mencionadas acima.
ANCA-GLS SERCON, UK
Hydra 20-20 S/24401-20061
Hydra 20-20 S/24401-20061
2009

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Jose Albertino Bendassolli
jab@cena.usp.br
Administrador do Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Clelber Vieira Prestes
centralirms@cena.usp.br

Localização:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Divisão de Desenvolvimento de Métodos e Técnicas Analíticas e Nucleares
Avenida Centenário, 303 - São Dimas, Piracicaba/SP CEP 13400-000

Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (IRMS) é uma técnica analítica extremamente valiosa em que moléculas gasosas (CO2, N2, SO2), obtidas a partir de matrizes orgânicas (solos, material vegetal e sedimentos), no analisador elementar do IRMS, são monoionizadas por impacto de elétrons, aceleradas e separados pela razão massa (m) carga (q) em um campo magnético, e finalmente coletadas em copos de faraday, amplificadas e quantificadas. A CM-IRMS CENA tem como missão "Realizar análise isotópica, gerando e difundindo conhecimento relacionados uso do traçador isotópico em estudos nas áreas agropecuária, médica e ambiental. Nessas atividades, notadamente em pesquisa, o CENA é reconhecido nacional e internacionalmente como um centro de excelência.
Isotope Ratio Mass Spectrometry (IRMS) is an extremely valuable analytical technique in which gaseous molecules (CO2, N2, SO2) obtained from organic matrices (soils, plant material and sediment) in the IRMS elemental analyzer are monoionized. by electron impact, accelerated and separated by the mass (m) charge (q) ratio in a magnetic field, and finally collected in amplified and quantified faraday cups. CM-IRMS CENA's mission is "To perform isotopic analysis, generating and disseminating knowledge related to the use of the isotopic tracer in studies in the agricultural, medical and environmental areas. In these activities, notably in research, CENA is recognized nationally and internationally as a research center excellence.
Determinações de: C‐total e δ13CVPDB (‰); N‐total e δ15NN2atm. (‰) ou Abundância isotópica de N (% em átomos de 15N).
Determinações isotópicas de N e C (delta per mil e/ou % em átomos) em amostras de tecido vegetal, solos e suas frações e sedimentos, Outras matrizes somente após consulta na CM-IRMS CENA.
Quanto às Amostras: Deverão ser destinadas ao Gestor da CM-IRMS CENA; As amostras vegetais devem estar secas, até peso constante, em estufa ventilada a 65 graus Celsius e em estufa sem ventilação para amostras de solo/sedimento a 40 graus Celsius; Homogeneizadas e processadas (pulverizadas: de 20‐30 mesh para material vegetal e 100 mesh para solo/sedimento); Acondicionadas em frasco plástico, acrílico ou Ependorfes (de 1 a 5 gramas do material), devidamente fechada evitando-se umedecimento e contaminação cruzada. Nunca enviar amostras em sacos plásticos ou papel; Identificadas em ordem numérica sequencial crescente. (tratamentos, parcelas, repetições, etc., são informações não relevantes para a CM-IRMS CENA). No caso do envio de vários lotes, em épocas diferentes, seguir a sequência numérica do último envio; Acompanhadas de uma planilha contendo as informações do tipo de matriz da amostra (Exemplo: folhas, caule, parte aérea, raízes, solo, sedimento, fração organomineral etc.); e Serão encaminhadas para análise mediante ordem de chegada. Quanto aos Resultados: Resultados e Nota Fiscal serão enviados somente após a comprovação do pagamento; O envio de resultados pela CM-IRMS CENA será responsabilidade exclusiva do Docente Presidente da CM-IRMS CENA e nunca por terceiros (técnicos, alunos ou estagiários do LIE‐CENA/USP, onde encontram-se os equipamentos); Todos os dados obtidos são elucidados pelos usuários, não sendo autorizado a qualquer membro da CM-IRMS CENA fornecer a interpretação dos mesmos; e Casos omissos serão analisados pelo Comitê Gestor da CM-IRMS CENA. Quanto ao Pagamento da Prestação de Serviços: O procedimento será feito após o envio das amostras pelo usuário e antes do envio dos resultados pela CM-IRMS CENA; As informações para emissão de Boleto Bancário, incluindo a data de vencimento, deverão ser repassadas à Sra. Cristina, Secretária do LIE/CENA/USP, através do e-mail: cristina@cena.usp.br Efetuar o pagamento, em conta corrente do CENA/USP, no Banco do Brasil e enviar comprovante para cristina@cena.usp.br; O cálculo do valor total do serviço será feito na data da emissão do Boleto Bancário, convertendo-se o valor do preço de venda do US$ (dólar americano) em R$ (Reais), obedecida a cotação do Banco Central do Brasil (https://www.bcb.gov.br/); A critério da CM-IRMS CENA, o pagamento da prestação de serviços analíticos poderá ser realizado por meio do fornecimento de peças de reposição dos Equipamentos Multiusuários ou outros materiais de interesse do LIE‐CENA/USP. Quanto ao Uso da Comunidade Externa: A CM-IRMS CENA disponibilizará 80 % de sua capacidade analítica para colaboradores e comunidade USP e 20% para as demais prestações de serviços.

Vínculo Valor por Preço
Pesquisador Responsável Serviço R$ 0,01
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 60,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 72,00
Comunidade Externa Serviço R$ 80,00
Colaborador de Projeto Serviço R$ 32,00
Dia da Semana Horários
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Isotope Ratio Mass Spectrometry 20 20 ANCA–SL
064.000294
Convênio 41.96.0938.00. PRONEX/FINEP – Processo 02.1.61.64.0
Equipamento de Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (IRMS), desenvolvido para análises de isótopos leves, como 13C, 15N e 34S, em matrizes orgânicas, ou inorgânicas, como amostras de tecido vegetal, solo, sedimentos, material biológico e padrões certificados. O Espectrômetro de Massas ANCA-SL é um equipamento que está apto para realizar serviços analíticos nas determinações simultâneas de C‐total e δ13CVPDB (‰); N‐total e δ15NN2atm. (‰) ou Abundância de 15N (% de átomos).
ANCA-SL, EUROPA PDZ,UK
20-20 Spares
20-20 Spares
2002

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Jose Albertino Bendassolli
jab@cena.usp.br
Administrador do Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Clelber Vieira Prestes
centralirms@cena.usp.br

Localização:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Divisão de Desenvolvimento de Métodos e Técnicas Analíticas e Nucleares
Avenida Centenário, 303 - São Dimas, Piracicaba/SP CEP 13400-000

Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (IRMS) é uma técnica analítica extremamente valiosa em que moléculas gasosas (CO2, N2, SO2), obtidas a partir de matrizes orgânicas (solos, material vegetal e sedimentos), no analisador elementar do IRMS, são monoionizadas por impacto de elétrons, aceleradas e separados pela razão massa (m) carga (q) em um campo magnético, e finalmente coletadas em copos de faraday, amplificadas e quantificadas. A CM-IRMS CENA tem como missão "Realizar análise isotópica, gerando e difundindo conhecimento relacionados uso do traçador isotópico em estudos nas áreas agropecuária, médica e ambiental. Nessas atividades, notadamente em pesquisa, o CENA é reconhecido nacional e internacionalmente como um centro de excelência.
Isotope Ratio Mass Spectrometry (IRMS) is an extremely valuable analytical technique in which gaseous molecules (CO2, N2, SO2) obtained from organic matrices (soils, plant material and sediment) in the IRMS elemental analyzer are monoionized. by electron impact, accelerated and separated by the mass (m) charge (q) ratio in a magnetic field, and finally collected in amplified and quantified faraday cups. CM-IRMS CENA's mission is "To perform isotopic analysis, generating and disseminating knowledge related to the use of the isotopic tracer in studies in the agricultural, medical and environmental areas. In these activities, notably in research, CENA is recognized nationally and internationally as a research center excellence.
Determinações de: C‐total e δ13CVPDB (‰); N‐total e δ15NN2atm. (‰) ou Abundância isotópica de N (% em átomos de 15N).
Determinações isotópicas de N e C (delta per mil e/ou % em átomos) em amostras de tecido vegetal, solos e suas frações e sedimentos, Outras matrizes somente após consulta na CM-IRMS CENA.
Quanto às Amostras: Deverão ser destinadas ao Gestor da CM-IRMS CENA; As amostras vegetais devem estar secas, até peso constante, em estufa ventilada a 65 graus Celsius e em estufa sem ventilação para amostras de solo/sedimento a 40 graus Celsius; Homogeneizadas e processadas (pulverizadas: de 20‐30 mesh para material vegetal e 100 mesh para solo/sedimento); Acondicionadas em frasco plástico, acrílico ou Ependorfes (de 1 a 5 gramas do material), devidamente fechada evitando-se umedecimento e contaminação cruzada. Nunca enviar amostras em sacos plásticos ou papel; Identificadas em ordem numérica sequencial crescente. (tratamentos, parcelas, repetições, etc., são informações não relevantes para a CM-IRMS CENA). No caso do envio de vários lotes, em épocas diferentes, seguir a sequência numérica do último envio; Acompanhadas de uma planilha contendo as informações do tipo de matriz da amostra (Exemplo: folhas, caule, parte aérea, raízes, solo, sedimento, fração organomineral etc.); e Serão encaminhadas para análise mediante ordem de chegada. Quanto aos Resultados: Resultados e Nota Fiscal serão enviados somente após a comprovação do pagamento; O envio de resultados pela CM-IRMS CENA será responsabilidade exclusiva do Docente Presidente da CM-IRMS CENA e nunca por terceiros (técnicos, alunos ou estagiários do LIE‐CENA/USP, onde encontram-se os equipamentos); Todos os dados obtidos são elucidados pelos usuários, não sendo autorizado a qualquer membro da CM-IRMS CENA fornecer a interpretação dos mesmos; e Casos omissos serão analisados pelo Comitê Gestor da CM-IRMS CENA. Quanto ao Pagamento da Prestação de Serviços: O procedimento será feito após o envio das amostras pelo usuário e antes do envio dos resultados pela CM-IRMS CENA; As informações para emissão de Boleto Bancário, incluindo a data de vencimento, deverão ser repassadas à Sra. Cristina, Secretária do LIE/CENA/USP, através do e-mail: cristina@cena.usp.br Efetuar o pagamento, em conta corrente do CENA/USP, no Banco do Brasil e enviar comprovante para cristina@cena.usp.br; O cálculo do valor total do serviço será feito na data da emissão do Boleto Bancário, convertendo-se o valor do preço de venda do US$ (dólar americano) em R$ (Reais), obedecida a cotação do Banco Central do Brasil (https://www.bcb.gov.br/); A critério da CM-IRMS CENA, o pagamento da prestação de serviços analíticos poderá ser realizado por meio do fornecimento de peças de reposição dos Equipamentos Multiusuários ou outros materiais de interesse do LIE‐CENA/USP. Quanto ao Uso da Comunidade Externa: A CM-IRMS CENA disponibilizará 80 % de sua capacidade analítica para colaboradores e comunidade USP e 20% para as demais prestações de serviços.

Vínculo Valor por Preço
Pesquisador Responsável Serviço R$ 0,01
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 60,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 72,00
Comunidade Externa Serviço R$ 80,00
Colaborador de Projeto Serviço R$ 32,00
Em Aba Serviços, consultar protocolo detalhado sobre o envio de amostras e pagamento da prestação de serviços à CM-IRMS CENA.
Dia da Semana Horários
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Isotope Ratio Mass Spectrometry DELTA V ADVANTAGE - ConFlo IV/ISODAT
064.000000
Projeto Temático FAPESP 2015/18790-3
O IRMS Delta V Advantage, construído pela Termo Fisher Scientific, é equipado com: a) triplo coletor universal, b) pacote computacional com o software ISODAT, c) Interface universal ConFlo IV e periféricos, d) Analisador elementar para determinação das concentrações de carbono e nitrogênio e e) Analisador elementar para a determinação das concentrações de oxigênio e deutério em amostras sólidas.
THERMO FISHER SCIENTIFIC
PN 0723654
PN 0723654
2020

Pesquisador Responsável pelo Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Jose Albertino Bendassolli
jab@cena.usp.br
Administrador do Equipamento:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Clelber Vieira Prestes
centralirms@cena.usp.br

Localização:
Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)
Divisão Funcionamento de Ecossistemas Tropicais
Avenida Centenário, 303 - São Dimas, Piracicaba/SP - Laboratório de Ecologia Isotópica

Espectrometria de Massas de Razão Isotópica (IRMS) é uma técnica analítica extremamente valiosa em que moléculas gasosas (CO2, N2, SO2), obtidas a partir de matrizes orgânicas (solos, material vegetal e sedimentos), no analisador elementar do IRMS, são monoionizadas por impacto de elétrons, aceleradas e separados pela razão massa (m) carga (q) em um campo magnético, e finalmente coletadas em copos de faraday, amplificadas e quantificadas. A CM-IRMS CENA tem como missão "Realizar análise isotópica, gerando e difundindo conhecimento relacionados uso do traçador isotópico em estudos nas áreas agropecuária, médica e ambiental. Nessas atividades, notadamente em pesquisa, o CENA/USP é reconhecido nacional e internacionalmente como um centro de excelência.
Isotope Ratio Mass Spectrometry (IRMS) is an extremely valuable analytical technique in which gaseous molecules (CO2, N2, SO2) obtained from organic matrices (soils, plant material and sediment) in the IRMS elemental analyzer are monoionized. by electron impact, accelerated and separated by the mass (m) charge (q) ratio in a magnetic field, and finally collected in amplified and quantified faraday cups. CM-IRMS CENA's mission is "To perform isotopic analysis, generating and disseminating knowledge related to the use of the isotopic tracer in studies in the agricultural, medical and environmental areas. In these activities, notably in research, CENA/USP is recognized nationally and internationally as a research center excellence.
O IRMS DELTA V ADVANTAGE é um equipamento destinado a determinar a razão isotópica de elementos leves. O mesmo é configurado para determinar as seguintes razões isotópicas em amostras sólidas: 13 C: 12 C, 15 N: 14 N, 18 O: 16 O, D:H.
Determinação isotópica de diversos compostos dentre os quais destacamos: 18 O: 16 O, D:H.
Entrar em contato com equipe técnica

Vínculo Valor por Preço
Pesquisador Responsável Serviço R$ 0,01
Comunidade Acadêmica Serviço R$ 60,00
Comunidade Externa (Instituições Públicas) Serviço R$ 72,00
Comunidade Externa Serviço R$ 80,00
Colaborador de Projeto Serviço R$ 32,00
Dia da Semana Horários
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00
Das 07:30 às 11:30
Das 14:00 às 16:00

Serviços

Serviços

1. Protocolo para Envio de Amostras à CM-IRMS CENA

 

1.1) Deverão ser destinadas ao Gestor da CM-IRMS CENA

1.2) As amostras vegetais devem estar secas, até peso constante, em estufa ventilada a 65 graus Celsius e em estufa sem ventilação para amostras de solo/sedimento a 40 graus Celsius;

1.3) As amostras devem estar devidamente homogeneizadas e processadas (pulverizadas) para que se consiga uma boa representatividade e reprodutibilidade dos resultados (granulometrias das amostras em 20‐30 mesh para material vegetal e 100 mesh para solo/sedimento); 

1.4) As amostras devem estar acondicionadas em frasco plástico, acrílico ou Ependorfes (de 1 a 5 gramas do material), devidamente fechada evitando-se umedecimento e contaminação cruzada, tanto no transporte quanto no procedimento de pesagem (abertura das amostras). Nunca enviar amostras em sacos plásticos ou papel; 

1.5) Quanto a identificação das amostras, devem estar em em ordem numérica sequencial crescente. (tratamentos, parcelas, repetições, etc., são informações não relevantes para a CM-IRMS CENA). No caso do envio de vários lotes, em épocas diferentes, seguir a sequência numérica do último envio; 

1.6) Acompanhadas de uma planilha contendo as informações do tipo de matriz da amostra (Exemplo: folhas, caule, parte aérea, raízes, solo, sedimento, fração organomineral etc.); e

1.7) As amostras serão  encaminhadas para análise mediante ordem de chegada.

 

2. Protocolo para Envio dos Resultados ao Usuário da CM-IRMS CENA



2.1) Resultados e Nota Fiscal serão enviados somente após a comprovação do pagamento; 

2.2) O envio de resultados pela CM-IRMS CENA será responsabilidade exclusiva do docente presidente da CM-IRMS CENA e nunca por terceiros (técnicos, alunos ou estagiários do LIE‐CENA/USP, onde encontram-se os equipamentos);

2.3) Todos os dados obtidos são elucidados pelos usuários, não sendo autorizado a qualquer membro da CM-IRMS CENA fornecer a interpretação dos mesmos; e

2.4) Casos omissos serão analisados pelo Comitê Gestor da CM-IRMS CENA.     

 

3. Protocolo de Pagamento da Prestação de Serviços da  CM-IRMS CENA

 

3.1) O procedimento será feito após o envio das amostras pelo usuário e antes do envio dos resultados pela CM-IRMS CENA;

3.2) As informações para emissão de Boleto Bancário, incluindo a data de vencimento, deverão ser repassadas à Sra. Cristina, Secretária do LIE/CENA/USP, através do e-mail: cristina@cena.usp.br 

3.3) Efetuar o pagamento, em conta corrente do CENA/USP, no Banco do Brasil e enviar comprovante para cristina@cena.usp.br;

3.4) O cálculo do valor total do serviço será feito na data da emissão do Boleto Bancário, convertendo-se o valor do preço de venda do US$ (dólar americano) em R$ (Reais), obedecida a cotação do Banco Central do Brasil (https://www.bcb.gov.br/);

3.5) A critério da CM-IRMS CENA, o pagamento da prestação de serviços analíticos poderá ser realizado por meio do fornecimento de peças de reposição dos equipamentos multiusuários ou outros materiais de interesse do LIE‐CENA/USP.

 

4. Protocolo de Uso pela Comunidade Externa da  CM-IRMS CENA

 

4.1) A CM-IRMS CENA disponibilizará 80 % de sua capacidade analítica para colaboradores e comunidade USP e 20% para as demais prestações de serviços.

 

5. Tabela Geral de Preços da  CM-IRMS CENA

 

Vínculo

Valor por

Preço

Pesquisador Responsável

Amostra e Elemento

US$ 0.00

Colaboradores do Pesquisador Responsável

Amostra e Elemento

US$ 8.00

Comunidade USP

Amostra e Elemento

US$ 15.00

Comunidade Externa - Instituições Públicas

Amostra e Elemento

US$ 18.00

Comunidade Externa

Amostra e Elemento

US$ 20.00